Catarata, Doença de Graves e degeneração macular podem estar associadas ao tabagismo

Piora nos quadros de glaucoma também pode ser atribuída ao hábito de fumar

22/08/2016 – No dia 28 de agosto comemora-se o Dia Nacional de Combate ao Fumo. Trata-se de uma data simbólica criada em 1986 que objetiva acima de tudo a conscientização da população brasileira em relação aos malefícios causados pelo cigarro, geralmente relacionado a cânceres e problemas respiratórios.

No entanto, algo que poucas pessoas sabem é que o hábito de fumar pode ser extremamente prejudicial também para os olhos já que aumenta em pelo menos duas vezes o risco de desenvolver catarata e degeneração macular relacionada à idade e contribui também para o agravamento do glaucoma, sendo ainda um dos principais fatores de risco da doença de Graves.

Segundo o oftalmologista Marcelo Jordão, no caso do Glaucoma, segunda maior causa de cegueira irreversível do mundo, há estudos que apontam que a pressão interna do olho pode aumentar em 5 mmHg após cada cigarro fumado. “Ou seja, como estamos falando de uma enfermidade caracterizada pelo aumento da pressão ocular, esse inchaço pode contribuir para o aparecimento ou agravamento do problema”, explica.

No caso da catarata, o tabagismo pode ser um fator agravante da doença devido à entrada de produtos químicos na superfície ocular e ao aumento da temperatura próxima ao cristalino. Já na Degeneração Macular Relacionada à Idade, quanto maior o tempo e maior o número de cigarros a pessoa fumou durante a vida, maior o dano à visão. “Esta doença, que se caracteriza por uma lesão na mácula, é a principal causa de cegueira no mundo em pessoas acima dos 50 anos”, diz o médico.

Já a Doença de Graves, alteração causada na glândula tireoide, atinge comprovadamente mais fumantes. Como provoca inchaço nos músculos externos da face, a pessoa portadora da enfermidade acaba ficando com os olhos saltados, podendo, inclusive, perder o globo ocular.

“Nossos olhos são parte sensível de todo organismo e também não passam imunes aos malefícios do tabagismo. Desta forma, parar de fumar é uma atitude que o corpo inteiro agradece”, complementa o oftalmologista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>